Meditação

Mente quieta, coluna ereta e filosofia de bem viver. A meditação é uma prática, originada na Índia há mais de 5.000 anos, que nos leva a um estado de relaxamento alerta. Quando meditamos reduzimos nossas ondas mentais, tão agitadas nos dias de hoje graças às diversas ocupações e distrações que sobrecarregam nossa mente. Através dessa prática, desenvolvemos nosso silêncio interior. Aquietando nosso corpo e mente, acessamos nossa verdadeira essência e nossas potencialidades.

A meditação é uma das melhores ferramentas de autoconhecimento e autodesenvolvimento. Meditar é a prática em que deixamos fluir os pensamentos sem nos envolvermos com eles. Apenas observamos o ir e vir, sem tentar interromper ou nos envolver com eles, relaxamos e meditamos em nós mesmo.

Com a prática da meditação, esse momento íntimo entre você e seus pensamentos, promove grande paz interna, à qual nos habituamos a carregá-la ao nosso cotidiano, não apenas durante a aula. Com o tempo, podemos notar melhoras físicas e mentais, consequências de alterações químicas e fisiológicas estimuladas pela prática, já comprovadas cientificamente.

A meditação reduz a frequência dos batimentos cardíacos, a pressão arterial, o ritmo respiratório, o excesso de suor, tensões musculares, diminui os níveis de colesterol, controla alterações de humor, irritabilidade e ansiedade. Aumenta a imunidade, a serotonina (hormônio do bem estar), a habilidade de concentração e tempo de atenção, criatividade, eficiência, produtividade e energia, estimula a memória e a capacidade de aprendizado, vitalidade, autodisciplina e sensação de felicidade e paz.

“Naquele que controla a instabilidade ocorre a identificação entre o observador, o objeto observado e o ato da observação, assim como o cristal se identifica com a cor do objeto próximo”. Yoga Sutra, I:41.